Ontem, hoje e sempre!

“Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chega a apertar o coração: é o amor!”

 (C.D.A.)

Imagem do arquivo pessoal da blogueira!

Uma certeza.




"Não perca tempo tentando se vingar de alguém que te fez alguma maldade.
 O que é ruim se destrói sozinho". 
(autor desconhecido)

A mais sábia de todas.




Mais um trecho.

"Fere de leve a frase... E esquece... 
Nada convém que se repita... 
Só em linguagem amorosa agrada 
A mesma coisa cem mil vezes dita". 

(80 Anos de Poesia, 1986) 

Acervo pessoal da blogueira

Casar é?

Tenho recebido muitas perguntas a respeito dessas duas palavrinhas juntas.

Perguntas feitas pelos meus próprios amigos, perguntas essas que me vejo numa complicação em responder.

Começo dizendo que casamento é unir-se além do teto, além da lei, além da convivência.

Casamento é compreensão, é renúncia, é aprendizado, é respeito, é amor, é persistência, é surpresa, é intensidade.

Antes de casar, namorei por dois anos, parte desses anos à distância, o que serviu para que eu tivesse plena certeza de que era isso que eu queria para minha vida.

Abandonar as regalias da casa dos pais não é fácil, você ingressa num mundo de responsabilidades que serão compartilhadas por igual, você terá um lar e uma relação para administrar.

Seus dias não serão mais os mesmos, você estará junto a alguém que escolheu viver e dividir sua vida.

Assim como na casa dos nossos pais havia momentos felizes e conturbados, no casamento não é diferente, o motivo é super óbvio, pessoas são como suas digitais, diferentes em quase todos os sentidos, ainda que parecidas em algumas situações.

O motivo de eu não conseguir explicar como é um casamento agora ficou mais nítido, cada união é singular, cada casal tem suas particularidades, cada lar tem suas regras e cada um sabe os seus limites.

O que posso dizer no meio de todas estas diferenças é que ao casar você deve ter certeza de sua escolha, você deve estar preparado para enfrentar uma realidade nova e intensa em sua vida.

Casar não é brincar de casinha.

Unir-se a alguém é ter cacife para dividir sua vida e seus momentos mais importantes com responsabilidade.

É saber que não é a primeira briga que vai fazer você arrumar todas as suas coisas e querer regressar à casa dos pais.

A união entre duas pessoas é algo muito complexo, mas quando dá certo é belo e faz muito bem.

Você terá um companheiro para lhe estender a mão nas dificuldades.

Você terá alguém para chamar de marido ou esposa e saber que a partir dali você pode construir uma família maior ainda.

A vida da gente fica totalmente colorida quando encontramos alguém que nos entende, que nos completa e que nos faz dar sorrisos cheios de sentimentos bons.

Casar é simples, depende apenas da vontade de duas pessoas e da capacidade de ambas para formalizar a união, agora fazer dar certo é trabalhoso, depende da veracidade dos sentimentos envolvidos, do respeito mútuo, da perseverança e da renovação diária do amor.

Saiba que assinar um termo de compromisso perante um juiz ou um padre é muito mais simbólico do que real, o compromisso principal está confiado ao casal, está baseado no amor que cada um sente e na força de vontade de "fazer o eterno acontecer".

Há três anos coloquei meu nome numa certidão de casamento, mas bem antes disso já havia colocado o amor e a certeza em meu coração.h

O enlace entre duas pessoas é algo bonito de se ver, mas a continuidade e os frutos são mais lindos ainda.

Faça acontecer todos os dias.

Comemore cada momento como se fosse único.

Aprenda que haverá momentos de desculpas e de renúncias, assim como os de abraços e comemorações.

E não esqueça do trecho de Jobim: [...] é impossível ser feliz sozinho.

Felicidades!

Meu sexto dia dos namorados!




Como lidar com trolls?

É bem verdade que a internet nos propicia na maioria das vezes um ambiente legal e descontraído, mas e quando o contrário acontece?

Como lidar com aquela mensagem chata de um fake ou de alguém que usa o perfil verdadeiro para destilar sua crueldade gratuita?

Bem, eu de vez em quando recebo alguma "gracinha" do tipo aqui no blog, motivo pelo qual acredito que a primeira coisa a se fazer (quando você escolhe ser alguém "público" na rede) é moderar qualquer tipo de comentário antes que o mesmo vá a público em sua rede social. Isso diminui 85% do seu mau humor e estresse.

Depois de ter feito isso, certifique-se de que você não poderá e nem deverá perder tempo com comentários de pessoas irrisórias. 

Claro que, tudo depende, tudo depende do que está escrito e da gravidade do que você leu.

É difícil?

Claro, ninguém tem sangue azul ou branco congelando nas veias para não ficar 1% irritado, mas acreditem, geralmente depois da terceira gracinha, você ri, claro, das coisas irrelevantes e infantis abordadas na "piada"direcionada a você.

Eu, no começo ficava me indagando como alguém perde o precioso tempo da vida fazendo isso, hoje em dia, noto que existem muitas pessoas anti-felicidade espalhadas por aí, e que "as tais" nunca poderão compor a parcela significativa de leitores e pessoas que me querem bem, por que e para que perder tempo com elas?

Se seu caso é muito grave, procure uma delegacia especializada em crimes cibernéticos, elas estão espalhadas pelo Brasil e pode ser que tenha alguma em sua cidade (nessas horas procure o Google também, ele te dará o endereço e telefone certinho delas), caso não haja nenhuma, você deverá registrar um B.O numa delegacia "comum", o delegado é obrigado a registrar seu boletim e abrir um prazo para que você represente e formalize então sua denúncia, daí terá início a fase de inquérito policial para apuração do que está havendo.

Agora, se o que você recebe é do tipo: você é feia, horrorosa, RELEVE, você não vai morrer e nem ficar menos bonito (a) por ler este tipo de frase e delegado nenhum vai dar atenção a uma denúncia com argumentos tão frágeis.

Acredite, grande parte dessas pessoas que mendigam atenção com o tempo acabam se dando por vencidas e terminam com a "perseguição gato e rato", outras infelizmente não cansam com o passar dos dias, meses e anos, porém calcular o tempo útil de sua vida, o que você pode fazer em 3 minutos, em 10 minutos, em 1 hora, é uma boa estratégia, e sua conclusão será:

Se em 20 segundos eu sou capaz de beber um copo inteirinho de água ou sou capaz de dar uma super gargalhada, o que eu conseguirei fazer em 1 hora? Será que vale a pena se irritar com trolls?

Acho que não! 

Aliás, eu acho que não vale a pena se irritar nem com gente "de verdade", experiência!

Pense nisso, siga sua vida, trace suas metas e seja feliz.


Zelo.


Mãe de verdade dá amor, carinho, atenção, comida, banho, bronca, dorme agarradinha, limpa fralda, leva pra passear, lê historinhas, lava mamadeiras, arruma pra ir pra escola, faz comida e mais 1001 coisas em tempo recorde.

Anda sempre cheia de preocupações e cuidados, acorda de madrugada só pra sentir a pulsação do seu outro coração que bate fora do peito.

Precisa ser fortaleza mesmo que por dentro esteja tudo deserto.

Ser mãe é estar pronta pra o que der e vier, é errar e acertar sem saber, é mimar na hora certa e na hora errada, mas ser pulso firme quando precisar ser.

Já ser marido de verdade, é conseguir dividir com maestria todas essas emoções e tarefas, sem hesitar, com a esposa.

Alguns homens caem do céu assim como os filhos brotam do coração.

Amar e amar sempre, amor e mais amor pra sempre.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...